Documentário “O Rap do Pequeno Príncipe contra as almas sebosas” (2000)

26/05/2015

Por Edmundo Monte Não entendo patavinas sobre produção cinematográfica, tampouco acompanho as discussões dos/as críticos/as de cinema. Gostava mesmo era de assistir “Homem Aranha” (no finado Cine Duarte Coelho – Olinda), “Loucademia de Polícia I, II, III, IV…” (no extinto Cinema Moderno – Recife), a saga de “Indiana Jones” (Cine São Luiz – Recife), “Karatê Kid” (Cine Grande Hotel – Caruaru), além das clássicas seções lapada na cara, chute nuzôvo…

Leia Mais >>

O bode, o sertão e a cachaça

01/05/2015

Por Edmundo Monte Buchada de bode e uma branquinha “marvada”, pense numa mistura boa e que faz a conversa render. Para quem deseja viajar na mistura e lamber os beiços até umas horas, as cidades do interior são o Santo Graal. No Agreste pernambucano, em plena Serra do Ororubá (Pesqueira/PE), o Bar do Papa é o canal! Só delícias da culinária nordestina.

Leia Mais >>

Filme “Terra Vermelha” (2008)

26/02/2015

Por Edmundo Monte Assisti esse filme pela primeira vez em 2009. No ano seguinte, conversando com alguns(umas) colegas habitantes no Mato Grosso do Sul (inclusive gente de Dourados) e que também realizam pesquisas sobre os povos indígenas, durante um evento acadêmico em Caxambu/MG, os comentários sobre o filme foram semelhantes: vale a pena assistir. O filme é bacana e aborda questões importantes. Terra Vermelha foi indicado, inclusive, para o Vestibular 2013 da…

Leia Mais >>

Cliques no Abril Pro Rock 2007

19/02/2015

Por Edmundo Monte No festival APR 2007, no Recife, eu estava cobrindo o evento para  a Revista Comando Rock (SP). Como geralmente os órgãos de imprensa minoritários só tem direito a uma credencial, o “repórter” tem que se virar para escrever a matéria e bater as fotos para a publicação. Até que algumas saíram interessantes, para quem não é profissional da área:  

Leia Mais >>

Documentário “Ao redor do Brasil” (1932)

17/02/2015

Vale a pena assistir o documentário “Ao redor do Brasil: aspectos do interior e das fronteiras brasileiras”, produzido pelo Major Thomaz Reis, lançado no ano de 1932. O filme traz imagens raras, sobretudo de regiões cuja densidade populacional caracteriza-se pela presença marcante de povos indígenas em relação aos “desbravadores dos sertões”.

Leia Mais >>